Tudo sobre Alzheimer
Links

Aqui você fica sabendo sobre as novidades do universo do Alzheimer e outras demências. O objetivo é ajudar a prevenir, promover diagnóstico e tratamento adequados, cuidar do paciente e do cuidador, apoiar a família, atualizar profissionais das áreas médica e de saúde, conscientizar sobre demências, combater preconceitos e multiplicar conhecimento para vivermos mais e com qualidade de vida.

Receba novidades e atualizações!

Agir para transformar. Agir para construir um novo olhar sobre Alzheimer.

 

E queremos que você também faça parte do nosso movimento. Participando de grupos de apoio na sua cidade, ajudando a combater fake news, compartilhando boas notícias, engajando-se como voluntário sempre que puder, obtendo conhecimento e contando suas histórias e dicas aqui no Tudo sobre Alzheimer!

 

Sejam muito bem-vindos!

"As informações e sugestões contidas neste site tem caráter meramente informativo. Elas não substituem consulta, aconselhamento e acompanhamento de médicos, psicólogos, nutricionistas, gerontólogos e outros profissionais especialistas.”

© 2019 by Tudo sobre Alzheimer - Faz Muito Bem  |  Termos de Uso e Privacidade

  • White Facebook Icon
  • White Twitter Icon
  • White YouTube Icon
  • White Instagram Icon

Espaco do Cuidador

Novidade: você pode acessar gratuitamente o Manual para Cuidadores da Doença de Alzheimer!

Últimas Notícias

Saiba das novidades acompanhando a seção Notícias!

Sinais de alerta sobre Alzheimer! 

Veja mais informações!

Informações e novidades sobre Alzheimer

Nossa missão e atitude

Atividades e ações

Várias formas de se engajar

No mundo estima-se cerca de 35,6 milhões de pessoas

com a Doença de Alzheimer.

No Brasil, há cerca de 1,5 milhão de casos,

muitos ainda sem diagnóstico. 

Próximos eventos

Junte-se a nós!

Capacitar para cuidar melhor!

'Uma pessoa fica sempre sobressaltada quando a chama de velha pela primeira vez.'  

Simone de Beauvoir

Alzheimer é uma doença neurológica degenerativa progressiva.

É a principal causa de demência em pessoas idosas.

Ainda que não tenhamos a cura para a doença, quanto antes diagnosticada,

o tratamento pode ser instalado, retardando a evolução da doença

e melhorando a qualidade de vida do paciente.