Projeto de Lei Alzheimer é aprovado na Câmara Municipal de SP

Atualizado: Fev 3

Projeto de Lei acaba de ser aprovado em 2ª votação na Câmara Municipal de São Paulo. Autoria do vereador Gilberto Natalini com apoio do grupo GRAZ que reúne profissionais engajados com o universo da Doença de Alzheimer e outras Demências.



(foto: Profissionais do Grupo de Alzheimer - GRAZ com a assessora Luciana Feldman numa das reuniões que ocorreram na Câmara Municipal de São Paulo sobre o PL Alzheimer)



O PL ALZHEIMER nasceu de um sonho de fazer mais e melhor no universo da Saúde Mental: o que traduz a necessidade de acolher as pessoas com Alzheimer e seus familiares, de ajudar na consolidação de um protocolo de práticas profissionais para prevenção, diagnóstico e tratamento adequados, na atualização de profissionais das áreas médica e de saúde, na conscientização social sobre hábitos saudáveis, no combate ao preconceito e ao estigma e também na implementação de um Centro de Referência de Prevenção e Tratamento da Doença de Alzheimer e outras Demências sob um olhar multidisciplinar e multiprofissional, incluindo um Programa de Educação em Demência.


Uma ótima notícia que acabamos de receber neste difícil fim de ano de pandemia pelo empenho do vereador Gilberto Natalini, que é médico, com cinco mandatos bem-sucedidos, e que tomou a decisão de não concorrer nesta última eleição e dar continuidade à sua atuação na vida pública em outras esferas.


Na trajetória deste Projeto de Lei (769, protocolado em 19 de novembro de 2019) agradecimento também à Luciana Feldman, assessora de comunicação do Natalini, que esteve à frente em todo o processo de tramitação na Casa do Povo.


Este PL - Programa de Apoio às Pessoas com Doença de Alzheimer e Outras Demências e aos seus familiares - passou por todas as Comissões obrigatórias (Constituição, Justiça e Legislação; Administração Pública, Saúde, Promoção Social e Trabalho; Finanças e Orçamento) e foi aprovado hoje (8 de dezembro de 2020) em segunda votação. Agora segue para sanção do Prefeito de São Paulo.


Nosso Grupo Alzheimer (GRAZ) está engajado com a causa e espera que o Projeto seja sancionado até início do novo ano, mantendo o propósito de fortalecimento do atendimento na Rede Pública Municipal de Saúde de São Paulo e de um atendimento humanizado e digno às pessoas que enfrentam o imenso desafio que é o lidar com Alzheimer e outras Demências, tanto pacientes quanto familiares.


Os profissionais do GRAZ esperam que as ações propostas neste PL após implementadas em São Paulo possam servir de experiência e referência para outros municípios brasileiros. Afinal Alzheimer é uma doença relacionada com o avançar da idade e a população idosa aumenta em todas as regiões do país. As formas de início precoce, por vezes antes dos 50-60 anos, são relegadas dentro dos cuidados e apresentam importância social muito grande. Outras demências como a Demência Frontotemporal demandam cuidados diferentes, bem como seus cuidadores.


O compromisso do Grupo de Alzheimer (GRAZ):


Os profissionais envolvidos na coordenação do Programa de Apoio às Pessoas com Doença de Alzheimer e Outras Demências e aos seus familiares atuam de forma voluntária há cerca de dois anos na formulação do conteúdo deste Programa.


Este grupo em prol da implementação deste PL ALZHEIMER se reuniu inúmeras vezes presencialmente e virtualmente ao longo deste período. Foram muitas discussões, estudos, compilação de dados para a compreensão do contexto, dos casos de Alzheimer, das vulnerabilidades da população afetada, das necessidades de atualização profissional e de cuidadores.


Traçou, em conjunto, uma série de diretrizes baseadas em evidências e, inclusive, com avaliações sobre os últimos avanços e descobertas nos âmbitos nacional e internacional sobre a temática.


O GRAZ já avançou na formulação por Grupos de Trabalho elencando medidas por ordem de prioridade em diversos segmentos. E se compromete a continuar se empenhando para que tão logo seja sancionado (esperamos realmente que a prefeitura dê o aval positivo) possamos continuar colaborando para a implementação das muitas ações necessárias previstas neste Programa em prol da qualidade de vida da população.


O nosso GRUPO ALZHEIMER (GRAZ) é composto por:


- Ricardo Nitrini

(neurologista, professor titular de Neurologia da Universidade de São Paulo, pesquisador integrante do grupo multidisciplinar de pesquisas em neuropatologia de demências, fundador e coordenador do GNCC – Grupo de Neurologia Cognitiva e do Comportamento do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP)


- Paulo Bertolucci

(neurologista, professor titular da Disciplina de Neurologia e Coordenador do NUDEC – Núcleo de Envelhecimento Cerebral – da Escola Paulista de Medicina da Universidade de São Paulo)


- Sonia Brucki

(neurologista, professora livre docente em Neurologia pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo e coordenadora do GNCC – Grupo de Neurologia Cognitiva e do Comportamento do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP, responsável pelo ambulatório de Neurologia Cognitiva do Hospital Santa Marcelina)


- Ceres Eloah Ferretti

(enfermeira, pós-doutora pela Faculdade de Medicina da USP, doutora em Ciências e mestra em Neurociências pela Universidade Federal de São Paulo, pós-graduada em Gerontologia Social, pesquisadora do GNCC – Grupo de Neurologia Cognitiva e do Comportamento) do HC/FMUSP)


- Ana Luisa Rosas

(neurologista, mestre pela Universidade Federal de São Paulo, médica assistente e preceptora de residentes no IAMSPE – Ambulatório de Demências do Instituto de Assistência Médica ao Hospital do Servidor Público Estadual de São Paulo, atual diretora científica da Associação Brasileira de Alzheimer Regional São Paulo)


- Thaís Bento Lima da Silva

(mestra e doutora em Neurologia pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, coordenadora do Grupo de Apoio da Associação Brasileira de Alzheimer Santa Cruz, conselheira executiva da Associação Brasileira de Gerontologia (ABG), gestão 2017-2019, e pesquisadora do GNCC – Grupo de Neurologia Cognitiva e do Comportamento) do HC/FMUSP)


- Eva Bettine de Almeida

(gerontóloga, mestra em Filosofia na modalidade Saúde e Educação e doutoranda em Ciências na modalidade Mudança Social e Participação Política pela USP, presidente da ABG – Associação Brasileira de Gerontologia, coordenadora do curso de pós-graduação em Gerontologia da Faculdade Paulista de Serviço Social, docente da USP60+ e pesquisadora em Ritmos Biológicos no grupo de Cronobiologia da EACH/USP)


- Carmen Ponce

(psicóloga, com especialização em Neuropsicologia pela Faculdade de Medicina da USP, pesquisadora do Departamento de Psicobiologia da Universidade Federal de São Paulo, fundadora e presidente do GAIAlzheimer – Grupo de Apoio Interdisciplinar em Alzheimer que atua com pacientes, familiares e cuidadores, e ex-integrante da Diretoria da Associação Brasileira de Alzheimer Regional São Paulo, gestão 2015-2018)


- Alexandre Leopold Busse

(geriatra, pesquisador sobre Memória e Envelhecimento na Faculdade de Medicina da USP, Programa Cérebro Ativo do Hospital Sírio Libanês)


- Gislaine Gil

(doutora em Ciências pela Faculdade de Medicina da USP e fundadora do Vigilantes da Memória)


- Gilmar Fernandes do Prado

(neurologista, chefe da Disciplina de Neurologia e do Setor de Medicina do Sono da Escola Paulista de Medicina da Universidade Federal de São Paulo e ex-presidente da ABN - Academia Brasileira de Neurologia)


- Marcelo Valente

(geriatra, presidente da Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia Regional São Paulo gestão 2018-2020, médico primeiro assistente e professor convidado do setor de Geriatria da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, professor da Disciplina de Clínica Médica e Coordenador do Curso de Geriatria da Faculdade de Medicina do ABC, mestre em Saúde Baseada em Evidências pela Universidade Federal de São Paulo)


- Cleusa Ferri

(psiquiatra e epidemiologista, coordenadora do setor de psicogeriatria do Departamento de Psiquiatria da Escola Paulista de Medicina-UNIFESP. Participou da elaboração de diversos relatórios internacionais relacionados à doença de Alzheimer e mais recentemente participou da elaboração das Diretrizes para a Redução de Risco para Declínio Cognitivo e Demência publicada em 2019 pela OMS, coordenadora do Projeto Stride no Brasil – Fortalecendo Respostas à Demência nos Países em Desenvolvimento)


- Lina Menezes

(jornalista, comunicóloga, especializada em comunicação, saúde e envelhecimento, ex-diretora de Comunicação da Associação Brasileira de Alzheimer Regional São Paulo, diretora da Faz Muito Bem Longevidade, Saúde e Bem-Estar, apresentadora do programa de Tv Faz Muito Bem 50+ e coordenadora do Projeto Tudo sobre Alzheimer)



Na foto abaixo estou entre Luciana Feldman, assessora de comunicação do vereador na Câmara Municipal de São Paulo e o vereador Gilberto Natalini. Muito feliz com a aprovação deste PL ALZHEIMER (Lina Menezes, do Grupo de Alzheimer GRAZ)


(Se você é da imprensa e quer mais informações e/ou entrevistar um dos profissionais do Grupo de Alzheimer, por gentileza, entre em contato por email: linamenezes@tudosobrealzheimer.com )


Conheça a íntegra do Projeto de Lei ALZHEIMER!

982 visualizações0 comentário

"As informações e sugestões contidas neste site tem caráter meramente informativo. Elas não substituem consulta, aconselhamento e acompanhamento de médicos, psicólogos, nutricionistas, gerontólogos e outros profissionais especialistas.”

© 2019 by Tudo sobre Alzheimer - Faz Muito Bem  |  Termos de Uso e Privacidade