Prevenção

A boa notícia é que cada dia mais pesquisas mostram que há fatores que podem ajudar a proteger, minimizar ou retardar o risco do desenvolvimento de demências.

Caso, por exemplo, da adoção de um estilo de vida saudável. 

Dicas úteis:

Exercícios Físicos

A atividade física regular ajuda a promover a saúde integral. 

Recomenda-se para pessoas normais, sem fragilidades, 150 a 300 minutos por semana de atividade aeróbia moderada. E antes de iniciar um programa de exercícios fazer uma avaliação médica para ver as condições de saúde.

Os exercícios ajudam também a controlar fatores de risco cardiovasculares, além de melhorar o sistema imunológico. E ainda melhoram a função executiva, a velocidade de processamento e  memória e aumenta a neuro-plasticidade. 

Fortalece também o indivíduo reduzindo a possibilidade de quedas e fraturas.

Nutrição

A recomendação é pela chamada Dieta Mediterrânea, que inclui de tudo um pouco, especialmente os integrais, castanhas, azeites, peixes, frutas e vegetais.

Esse tipo de dieta melhora a memória verbal e visual. 

Importante também para combater a obesidade e o sobrepeso que são fatores de risco para diversas doenças, inclusive, para demências.

Estimulação Cognitiva

Exercitar o cérebro é fundamental para manter qualidade de vida e também ajuda a prevenir declínio cognitivo.

De preferência, atividades como exercícios e jogos com leituras, aprendizado de novas atividades, resolver contas de aritmética, jogos inteligentes, manter a mente sempre ativa.

E se puder fazer atividades em grupo, melhor ainda. O convívio social é essencial para evitar isolamento. E também dá mais ânimo e acolhimento.

"As informações e sugestões contidas neste site tem caráter meramente informativo. Elas não substituem consulta, aconselhamento e acompanhamento de médicos, psicólogos, nutricionistas, gerontólogos e outros profissionais especialistas.”

© 2019 by Tudo sobre Alzheimer - Faz Muito Bem  |  Termos de Uso e Privacidade