PERGUNTA:


- Meu pai recebeu o diagnóstico de Alzheimer há quase dois anos. E não me reconhece mais. Será que ele não gosta mais de mim? Estou fazendo alguma coisa errada?

(pergunta enviada por Soraia S. T., filha que cuida do pai com Alzheimer)


RESPOSTA:


Por: Ceres Eloah Ferretti, enfermeira especialista em Demências, colaboradora do Tudo sobre Alzheimer


"Nem tudo que parece errado está errado, assim como aquilo que parece certo, está realmente certo!

Do ponto de vista humano, precisamos buscar entender que a “frieza” demonstrada pelos nossos queridos, não é uma demonstração real, e pode surgir com a evolução da doença quando a memória torna-se mais prejudicada e “apagada”.

Não, você não é uma estranha...em alguns momentos perceberá isso! É muito difícil, de repente, assumirmos responsabilidades que não nos pertencia, a inversão de papéis... de protegidos a protetores, isso dói. Mas passa, passa com a certeza interior de que o melhor está sendo feito,

o que é possível está sendo feito!

Esta certeza e serenidade é possível encontrar quando nos deparamos com informações de pessoas que trabalham com a questão, e com quem viveu e vive o mesmo problema!

Abrimo-nos então para o conhecimento, para o cuidado adaptado à nossa realidade familiar, e com isso, um sentimento gostoso de dever cumprido, de valores que não ficaram para trás, de solidariedade e amor!!

Estamos e estaremos sempre por aqui para acolhê-los em suas angústias e dúvidas!!

Não fique só!!!

Abraço carinhoso!!"


"As informações e sugestões contidas neste site tem caráter meramente informativo. Elas não substituem consulta, aconselhamento e acompanhamento de médicos, psicólogos, nutricionistas, gerontólogos e outros profissionais especialistas.”

© 2019 by Tudo sobre Alzheimer - Faz Muito Bem  |  Termos de Uso e Privacidade